Veja vantagens e desvantagens de tirar férias na baixa temporada

Viagens são mais baratas na baixa temporada, mas os destinos nem sempre oferecem os mesmos benefícios da alta temporada. Para quem está planejando as próximas férias, saiba mais sobre as vantagens de viajar fora da alta temporada.

Visitar o destino dos sonhos com a vantagem de gastar menos e ter uma viagem mais tranquila é o desejo de quem planeja as férias para a baixa temporada. Porém, nem tudo são flores. Fique atento neste artigo às dicas de vantagens e desvantagens de uma viagem nos meses menos procurados por quem está de folga.

O conceito de baixa temporada no Brasil está relacionado aos meses letivos. Ou seja, os meses de dezembro, janeiro e julho são considerados de alta temporada pelos serviços turísticos.

Um ótimo termômetro para definir o que é baixa ou alta temporada é a rede hoteleira. Na baixa temporada, a taxa de ocupação tende a cair, e os preços das diárias ficarem reduzidos. 

Quando o inverno é um atrativo nas férias

Outro detalhe são as condições climáticas. Elas interferem na construção da tabela de valores dos empreendimentos. No inverno, por exemplo, é alta temporada em regiões que exploram o charme do frio. É o caso de Campos do Jordão, em São Paulo, e Gramado, no Rio Grande do Sul. Já nas praias do Nordeste, os preços sofrem uma alteração sutil na estação mais fria do ano, pois faz sol o ano inteiro na região.

É consenso, porém, que as datas de altíssima temporada no Brasil são as festas de Reveillon e Carnaval.  Os serviços turísticos, como meios de hospedagem e restaurantes, ficam mais caros. Também é natural que nos feriados prolongados os turistas tenham que desembolsar mais dinheiro, mesmo que eles caiam na baixa temporada.

A prática adotada pelos serviços de turismo segue a lei da oferta e da procura, ou seja, quando a demanda aumenta, os preços sobem. A alta temporada também é uma chance de moradores do entorno do atrativo turístico fazerem o caixa para o restante do ano, como os artesãos, por exemplo.

Atente-se agora para alguns benefícios da viagem na baixa temporada

Abaixo enumeramos alguns dos benefícios de escolher esse período para tirar as tão merecidas férias. Para quem tem um orçamento ajustado, os preços com pacotes de viagens, hospedagens e passagens aéreas, já valem à pena.

Melhores lugares para viajar no Brasil: Rio de Janeiro
Imagem: Pixabay

Preço são mais acessíveis na baixa temporada

As diárias são mais baixas, em média 50%, em relação aos meses de férias escolares. A queda nos preços também é percebida nos restaurantes e nos produtos vendidos nos atrativos turísticos, como garrafa d’água e cerveja.

Se a reserva na pousada ou no hotel for feita com bastante antecedência, ainda é possível conseguir descontos maiores. Lembre-se que, em geral, as promoções não são válidas para feriados prolongados, mesmo aqueles que caem na baixa temporada.

Tranquilidade é percebida com diminuição de turistas na baixa temporada

É possível aproveitar melhor os destinos na baixa temporada porque há menos filas, menos trânsito e mais espaço nos lugares visitados. Quem já caçou lugar na praia para colocar o guarda-sol sabe bem a diferença de pegar uma praia em junho, por exemplo. Nos restaurantes e bares o tempo de espera é menor. Até a fotografia sai mais tranquila, já que o viajante não precisa se acotovelar com outros turistas para fazer aquela selfie em frente a um monumento, por exemplo.

Experiência pode ser mais bem aproveitada na baixa temporada

Visitar uma cidade turística na baixa temporada favorece o relacionamento entre o turista e o morador do local. Sem o tumulto da alta temporada, o visitante pode saber as informações do atrativo direto da fonte, ou seja, conhecer a história do atrativo sob o ponto de vista de quem sempre residiu no entorno. O resultado é o enriquecimento cultural.

Cada viajante, um destino, uma experiência e uma necessidade

É claro que, apesar de todas as vantagens, nem sempre é possível se beneficiar de uma viagem na baixa temporada.

Conciliar a viagem de toda a família, principalmente com filhos em época escolher, é um grande empecilho. Além disso, muitas empresas não oferecem muita flexibilidade na hora dos funcionários escolherem suas férias.

Para viajantes mais exigentes, pode perceber uma leve diferença nos serviços oferecidos na baixa temporada, como em hospedagens,  passeios e na gastronomia.