Cancelamentos e mau atendimento lideram queixas no setor de viagens

Sites de viagens é o ponto de partida para quem está planejando uma viagem. Práticos de usar, comodidade, bem como o grande número de ofertas estão entre os motivos apontados por usuários desses serviços.

Dor de cabeça é a última coisa que um turista deseja em suas férias, por isso, é importante pesquisar a reputação dos serviços oferecidos por cada empresa.

Um dos serviços de defesa do consumidor mais popular na web, é o Reclame Aqui. Nele é possível pesquisar as queixas dos internautas por categoria ou nome da empresa.

É claro que, cada caso é um caso, mas as reclamações contidas no site servem de parâmetro na hora de decidir pela empresa A ou B. Isso porque, acompanhando as reclamações é possível observar a evolução de cada queixa, como cada empresa busca resolver, bem como o índice de satisfação do cliente.

Mais de 21 mil reclamações foram contabilizadas entre os principais sites de viagens

O primeiro semestre de 2018 trouxe muita dor de cabeça aos viajantes brasileiros. É o que demonstra um levantamento apresentado pelo site Reclame Aqui. Ao todo foram 21.923 reclamações no período entre 1º de janeiro até 15 de junho deste ano.

Maior site de viagem da América Latina, o Decolar.com, também lidera o rank das queixas. O Decolar, que tem sua reputação classificada como ruins ou regulares, registrou 6.719 queixas no primeiro semestre de 2018. Esses números representam mais de 30% de todas as reclamações do setor de viagens.
O rank de reclamações é composto pelas seguintes empresas:

  • 1ª Decolar;
  • 2º Booking.com, com 3.615 reclamações;
  • 3º Peixe Urbano, com 2.648 reclamações;
  • 4º CVC Turismo, com 2.398;
  • 5º Submarino Viagens, com 1.597;
  • 6º Hotel Urbano.com, com 1.458 reclamações;
  • 7º ViajaNet, com 1.407 reclamações;
  • 8º Hoteis.com, com 945 reclamações;
  • 9º Expedia.com.br, com 592 reclamações;
  • 10º eDestinos, com 544 reclamações.

Principais queixas dos sites de viagens

O serviço online de turismo é um universo tão grande de serviços que inclui: Vendas de passagens aéreas, reservas em hotéis e pousadas, bem como pacotes de viagens, cruzeiros marítimos, aluguel de carro e seguro-viagens.

Por isso, as queixas são as mais diversas, porem há algumas que são recorrentes. Entre elas estão o estorno do valor pago lidera a lista com 23,5% dos casos.  A lista de queixas e completada com mau atendimento no SAC (10%), problemas no cancelamento (10%), propaganda enganosa (9%) e problemas na finalização da compra (5.4%).

Todos os sites de viagens que aprecem nessa lista, estão em constante desenvolvimento de seus processos. É importante observar que os volumes de transações realizadas por cada serviço, podem eventualmente ocorrer alguma falha de processo.

Para quem deseja evitar dores de cabeça com esse tipo de serviço é importante ler todas as regras de cada promoção. Antes de efetivar uma compra, observe se, os valores referente as taxas já estão incluída no valor.

No caso de promoções de passagens aéreas, existem algumas regras que são determinadas pelas próprias companhias aéreas. Normas sobre cancelamentos, estorno de valores, transferências de datas entre outras precisa estar bem clara aos clientes.

Por: Redação 148 Artigos Contato
Artigos escritos pela equipe de redatores, colaboradores e escritores convidados.