Passagens online para viajar de ônibus | 7 sites que facilita a sua viagem

Sites e aplicativos de compra de passagem de ônibus têm milhões de usuários no Brasil. Os guichês deram lugar à tela do smartphone na hora de escolher uma empresa para viajar de ônibus.

Comprar passagens de ônibus online

Sites e aplicativos de venda de passagem são cada vez mais utilizados. A maioria das viações vende passagens online em seus sites corporativos. Tudo isso para facilitar a vida de quem vai pegar a estrada de busão.

A venda de passagens on-line está associada ao momento mobile que estamos vivendo. Atualmente, o Brasil tem cerca de 235 milhões de smartphones, ou seja, mais de um aparelho por habitante.

Os viajantes não costumam levar seus notebooks quando saem de casa. Nem sempre há um computador conectado pela frente. Dá para comprar o bilhete rodoviário de casa ou da rua.

A melhor tarifa sem sair de casa e sem filas nos guichês

O resultado desse novo contexto é o aumento no número de aplicativos de venda de passagens rodoviárias que podem ser baixados gratuitamente no celular. A transação é toda online.

O passageiro escolhe rota, horário, data, viação, destino e poltrona de acordo com as suas preferências. O usuário paga com cartão de crédito. A única exigência de muitas empresas é que o usuário pegue o voucher e o troque pela passagem convencional alguns minutos antes do embarque. Neste caso, escapar das filas é impossível.

Uma grande vantagem é que com alguns minutos de navegação o passageiro pode planejar melhor a viagem, comparando os melhores horários, tarifas e viação para o destino escolhido.

Sites e aplicativos para a compra de passagens de ônibus online

Viagens rodoviária de ônibus. Crédito: Marcopolo

Veja aqui os principais aplicativos de viagem rodoviária para compra de passagens

O mercado brasileiro disponibiliza pelo menos sete aplicativos e sites especializados em pesquisa e venda de passagens rodoviárias. Um dos maiores é o ClickBus (clickbus.com.br). A empresa tem 400 mil usuários, 70 viações parceiras e já vendeu mais de 500 mil passagens.

O Guichê Virtual (guichevirtual.com.br) também opera com grande base de passageiros. Há 100 empresas de ônibus parceiras, incluindo Brasil e América Latina. Segundo o site, 5 milhões de passagens de ônibus já foram vendidas.

Outra opção com viações internacionais é a Busbud (busbud.com). São 1,4 milhão de rotas de viagens rodoviárias em 75 países, com cerca de 1,3 mil empresas de ônibus conectadas. No site também é possível comparar as melhores tarifas e horários.

O (decolar.com), especializado na busca de pacotes de viagens e hotéis, passou a oferecer pacotes terrestres. O serviço oferece reservas de passagens rodoviárias para diversos destinos.

Outro site de buscas de tíquetes rodoviários é o (buscaonibus.com). A compra de passagens é feita através de parceiros oficiais como ClickBus e Guichê Virtual. O site é interessante porque também oferece consultas de passagens aéreas e caronas compartilhadas. Conforme o próprio site, são feitas em média 3,5 milhões de visitas por mês no serviço.

Quem vai viajar de ônibus também pode se planejar clicando em (rodoviariaonline.com.br). O site está conectado às principais empresas de ônibus e também há promoções para os usuários do serviço. Ele nasceu de um projeto de conclusão de faculdade de amigos em 2004 e se tornou competitivo no mercado.

Outra opção é o (queropassagem.com.br) que trabalha com cerca de 3 mil destinos saindo das principais capitais brasileiras. Os passageiros podem comprar seus bilhetes de ida e de volta em apenas 5 minutos.

Viagens rodoviária de ônibus. Crédito: Marcopolo

Ônibus é opção para viagens curtas e longas

As viações ganharam um incentivo nas campanhas de marketing na metade do ano passado com a nova resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A medida permitiu que as empresas façam descontos em alguns trechos rodoviários para conquistar mais clientes.

Embora o avião ainda seja o meio preferido para se deslocar a longos destinos, os jovens de até 35 anos e as pessoas na faixa etária de 45 a 60 anos preferem o transporte rodoviário em 8,2% das intenções de viagens, segundo o Ministério do Turismo.

É importante lembrar que as empresas de ônibus devem atender ao Estatuto do Idoso separando duas poltronas por viagem a pessoas com mais de 60 anos com renda de até 2 salários mínimos.

O ônibus é o meio escolhido principalmente por pessoas que vão fazer viagens curtas para visitar parentes. Uma pesquisa feita em 2014 pela Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomercio-RJ) e Instituto Ipsos mostrou que o ônibus foi usado em 63,9% das viagens ocorridas dentro do próprio estado de moradia.

Pelo menos 71,7% dos viajantes que optaram pelo ônibus ficaram hospedados em casas de parentes ou amigos. Pousadas ou hotéis estavam na lista de hospedagem de 19% desses viajantes.

Mais histórias